PESQUISAR


Últimas notícias UMAR-Açores

MULHERES DO MEU PAÍS - Filme de Raquel Freire Apresentado na Lagoa no dia 11 de Junho

2019-07-05

Em Mulheres do Meu País, catorze mulheres falam alternadamente sobre as suas vidas, aspirações, anseios, preocupações, dificuldades, discriminações. Raquel Freire dedica o filme à escritora e jornalista antifascista, Maria Lamas, autora do livro As Mulheres do Meu País, escrito entre 1948 e 1950, em pleno fascismo



Os Direitos Humanos: Do Século XX ao XXI

2019-07-05

Nas primeiras Notas deste ano, olhamos de perto para o atropelo dos Direitos Humanos das vítimas de Violência Doméstica neste “País dos Neto de Moura” em que vivemos. Agora, voltamos a atenção para o percurso dos Direitos Humanos, conceito que surge na sequência das lutas liberais e democráticas dos séculos XVIII e XIX. 


JANELA SOBRE O PASSADO... Junho de 2019

2019-07-05

Durante a II Guerra Mundial, em países como o Reino-Unido, a mobilização de civis foi muito significativa. Mais de um terço da população desempenhava “trabalho de guerra”, ocupando-se em indústrias ligadas à engenharia, produtos químicos, material bélico e munições. Muita desta mão-de-obra era constituída por mulheres...



Abraços de todas as cores em dia de luta e celebração

2019-05-31

Foram várias as atividades decorridas no mundo para assinalar o dia 17 de Maio, Dia Internacional e Nacional contra a Homofobia e Transfobia. As razões, segundo a Ponta Delgada LGBT é uma “homenagem a todas as pessoas, que pertencentes à comunidade LGBT, sofreram (e sofrem) por parte da sociedade onde estão inseridas, a todos os segundos, algum tipo de discriminação, por serem lésbicas, gays, bi e ou transsexuais”.


JANELA SOBRE O PASSADO... Maio de 2019

2019-05-31

Os contraditórios anos 30, marcados pelo estigma da Grande Depressão, da afirmação de regimes autoritários e pela proximidade da guerra, deixaram transparecer um enorme fascínio, entre as mulheres, pelo mundo da moda e pelas estrelas de Hollywood. Os grandes armazéns, onde o vestuário podia ser feito por medida, atraíam uma ampla camada da classe média



Violência Doméstica e Direitos Humanos V

2019-05-31

Devido à pertinência da questão, e ao interesse que o assunto tem suscitado, volto ao enorme problema das decisões enviesadas que acontecem em Portugal nos casos de violência doméstica e de género. Esta é uma questão de direitos humanos, ou seja, da aniquilação dos direitos das vítimas, quase sempre mulheres e crianças. 



"Eu não sou um homem fácil" - Regresso às Noites da Igualdade

2019-04-28

No passado dia 29 de Março realizou-se a XIII Noite de Igualdade na delegação da UMAR- Terceira. Numa noite com imensa e diversificada oferta cultural na ilha, foi uma agradável surpresa constantar a presença de mais de 30 pessoas que fizeram casa cheia no espaço da UMAR. A proposta da noite (sugerida à UMAR por Clara Polaino a quem a UMAR desde já agradece) foi assistir ao filme “Je ne suis pas un homme facile” (Eu não sou um homem fácil) de Eléonore Pourriat (2018) e a seguir conversar sobre ele.



Violência Doméstica e Direitos Humanos IV

2019-04-27

Estamos no mês da Páscoa e convém esclarecer o que diz a Sagrada Escritura. Voltando ao problema das decisões enviesadas produzidas nos tribunais portugueses, neste nosso “país do Neto de Moura”, vamos considerar o acórdão redigido pelo juiz-desembargador Neto de Moura, e assinado pela colega Maria Luísa Arantes, em que se condena a “mulher adúltera” e se cita a Bíblia. 



Janela sobre o Passado... Abril de 2019

2019-04-27

Ao longo dos anos 20, a França continuou a ser palco de lutas feministas. Algumas ativistas, como Nelly Roussel, chegaram a ser julgadas, por promoverem campanhas inspiradas no neomalthusianismo, ou seja, em defesa da esterilidade voluntária ou greve dos ventres. A ideia era a de contrariar a imagem e o papel da mulher como uma máquina obrigada a procriar e, ao mesmo tempo, procurar promover a maternidade consciente e responsável. 



Janela sobre o Passado... Março de 2019

2019-03-29

Desde 1975, o dia 8 de março foi designado, pela ONU, como Dia Internacional da Mulher, com o objetivo de celebrar as conquistas sociais, políticas e económicas femininas. Todavia, ainda hoje há quem questione a celebração desta efeméride. Haverá  ainda razões para o fazer? De acordo com Fátima Sequeira Dias, por mais artificiais que se afigurem este tipo de comemorações, estas têm em vista estimular as consciências acerca do acontecimento ou assunto em questão. Há temas “insuficientemente respeitados e escandalosamente ignorados...”. 



Violência Doméstica e Direitos Humanos III

2019-03-28

Em entrevista no Expresso de 9 de março, o Juiz Neto de Moura afirma que tem o apoio dos colegas e que não se sente só. De facto, não faltam acórdãos machistas nos tribunais portugueses, pois vivemos “No país dos Neto de Moura”



8 de Março - Manifestação e Marcha em Ponta Delgada

2019-03-23

A greve internacional feminista ganhou forma concreta e simbólica e manifestações em diferentes pontos do mundo...Tinha sido anunciada a Manifestação, nas Portas da Cidade. Tinha sido anunciada a Marcha, nas ruas da Cidade e um minuto de silencio, em frente ao Tribunal de Ponta Delgada, em memória das mulheres vítimas de violência doméstica e de género. O fecho da marcha, no Jardim Sena Freitas, com Música de Tuna com Elas. 


Enfermagem com direito a debate de género?

2019-03-07

A profissão de enfermagem nasceu dos cuidados ditos “de mulheres”, cujo crescimento e afirmação se fez, apesar das normas definidas por um mundo patriarcal. A metamorfose de “cuidados de mulheres” em cuidados de enfermagem de grande rigor e cientificidade deveu-se às grandes conquistas das nossas antepassadas. 


Se as mulheres param, o mundo para: em manifesto

2019-03-07

Dia Internacional da Mulher - Manifestação, em Ponta Delgada, no dia 8 de março, 16:30h, nas Portas da Cidade, a qual será seguida de Marcha com paragem no Tribunal de Ponta Delgada e um minuto de silêncio em memória das mulheres vítimas de violência doméstica. 



Violência Doméstica e Direitos Humanos II

2019-02-28

As estatísticas alarmantes da violência doméstica em Portugal neste ano de 2019 – que mal começou, e começou mal, obviamente – leva-me a fazer o que nunca fiz em 12 anos desta página: repetir o que apontei em janeiro, no contexto do Relatório GREVIO do Conselho da Europa:


Estudo Nacional sobre a Violência no Namoro 2019 da UMAR

2019-02-18

Foi lançado publicamente na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto, no dia 14 de Fevereiro, Dia das/os Namoradas/os, o Estudo Nacional sobre a Violência no Namoro 2019, uma iniciativa da UMAR no âmbito do Art'Themis+...



Todas as mulheres têm direito a uma vida condigna sem violência, seja de que natureza for

2019-02-15

A violência contra as mulheres, ainda é um tema que faz correr muita tinta. Nos mais diversos meios de comunicação, todos os dias assistimos a notícias de mulheres maltratadas, assassinadas, mulheres que por qualquer razão não têm voz para denunciar o crime de que são vitimas.



(Con)tradição, hipocrisia e cobardia.

2019-02-15

Tradicionalmente, quer alguns gostem, ou não, somos uma sociedade de matriz matriarcal, onde a mulher (a mãe), ou, melhor dizendo, a figura desta representa os valores mais elevados que nos sustentam, unificam (em alguns casos) e constituem o ADN da nossa identidade, enquanto povo/nação.



O silêncio é o cúmplice da violência

2019-02-15

Os olhos dela não refletem, de todo, que veio de uma família cuja mãe foi vítima, durante mais de 15 anos, de violência doméstica.



Janela sobre o Passado... Janeiro 2019

2019-02-05

O fim da Grande Guerra, em 1919, desencadeou o regresso à normalidade. A reconversão da economia de guerra numa economia de paz, representou a desmobilização feminina, pois já não era necessário o desempenho de mulheres em determinadas funções civis e militares



As Sufragistas

2019-02-05

Estamos em Inglaterra, no início do século XX, em plena revolução industrial e em vésperas da 1ª guerra mundial. 
Emmeline Pankhurst, defensora do sufrágio universal, funda o Women's Social and Political Union (WSPU) sob o lema "Ações e não palavras".


Asas da Igualdade

A partir daqui pode ver Nas Asas da Igualdade: edição mensal da Umar-Açores e publicação no Açoriano Oriental.
A página Nas Asas da Igualdade foi lançada pela UMAR-Açores, integrada no projeto com o mesmo nome, desenvolvido em 2007 Ano Europeu da Igualdade e prossegue desde então até aos nossos dias



AGOSTO 2019
D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

GALERIA DE FOTOS

UMAR


Mulheres na Pesca