PESQUISAR


Últimas notícias UMAR-Açores

Janela sobre o Passado... Março de 2019

2019-03-29

Desde 1975, o dia 8 de março foi designado, pela ONU, como Dia Internacional da Mulher, com o objetivo de celebrar as conquistas sociais, políticas e económicas femininas. Todavia, ainda hoje há quem questione a celebração desta efeméride. Haverá  ainda razões para o fazer? De acordo com Fátima Sequeira Dias, por mais artificiais que se afigurem este tipo de comemorações, estas têm em vista estimular as consciências acerca do acontecimento ou assunto em questão. Há temas “insuficientemente respeitados e escandalosamente ignorados...”. 



Violência Doméstica e Direitos Humanos III

2019-03-28

Em entrevista no Expresso de 9 de março, o Juiz Neto de Moura afirma que tem o apoio dos colegas e que não se sente só. De facto, não faltam acórdãos machistas nos tribunais portugueses, pois vivemos “No país dos Neto de Moura”



8 de Março - Manifestação e Marcha em Ponta Delgada

2019-03-23

A greve internacional feminista ganhou forma concreta e simbólica e manifestações em diferentes pontos do mundo...Tinha sido anunciada a Manifestação, nas Portas da Cidade. Tinha sido anunciada a Marcha, nas ruas da Cidade e um minuto de silencio, em frente ao Tribunal de Ponta Delgada, em memória das mulheres vítimas de violência doméstica e de género. O fecho da marcha, no Jardim Sena Freitas, com Música de Tuna com Elas. 


Enfermagem com direito a debate de género?

2019-03-07

A profissão de enfermagem nasceu dos cuidados ditos “de mulheres”, cujo crescimento e afirmação se fez, apesar das normas definidas por um mundo patriarcal. A metamorfose de “cuidados de mulheres” em cuidados de enfermagem de grande rigor e cientificidade deveu-se às grandes conquistas das nossas antepassadas. 


Se as mulheres param, o mundo para: em manifesto

2019-03-07

Dia Internacional da Mulher - Manifestação, em Ponta Delgada, no dia 8 de março, 16:30h, nas Portas da Cidade, a qual será seguida de Marcha com paragem no Tribunal de Ponta Delgada e um minuto de silêncio em memória das mulheres vítimas de violência doméstica. 



Estudo Nacional sobre a Violência no Namoro 2019 da UMAR

2019-02-18

Foi lançado publicamente na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto, no dia 14 de Fevereiro, Dia das/os Namoradas/os, o Estudo Nacional sobre a Violência no Namoro 2019, uma iniciativa da UMAR no âmbito do Art'Themis+...



Todas as mulheres têm direito a uma vida condigna sem violência, seja de que natureza for

2019-02-15

A violência contra as mulheres, ainda é um tema que faz correr muita tinta. Nos mais diversos meios de comunicação, todos os dias assistimos a notícias de mulheres maltratadas, assassinadas, mulheres que por qualquer razão não têm voz para denunciar o crime de que são vitimas.



(Con)tradição, hipocrisia e cobardia.

2019-02-15

Tradicionalmente, quer alguns gostem, ou não, somos uma sociedade de matriz matriarcal, onde a mulher (a mãe), ou, melhor dizendo, a figura desta representa os valores mais elevados que nos sustentam, unificam (em alguns casos) e constituem o ADN da nossa identidade, enquanto povo/nação.



O silêncio é o cúmplice da violência

2019-02-15

Os olhos dela não refletem, de todo, que veio de uma família cuja mãe foi vítima, durante mais de 15 anos, de violência doméstica.



Janela sobre o Passado... Janeiro 2019

2019-02-05

O fim da Grande Guerra, em 1919, desencadeou o regresso à normalidade. A reconversão da economia de guerra numa economia de paz, representou a desmobilização feminina, pois já não era necessário o desempenho de mulheres em determinadas funções civis e militares



As Sufragistas

2019-02-05

Estamos em Inglaterra, no início do século XX, em plena revolução industrial e em vésperas da 1ª guerra mundial. 
Emmeline Pankhurst, defensora do sufrágio universal, funda o Women's Social and Political Union (WSPU) sob o lema "Ações e não palavras".


Direitos Humanos e Violência Doméstica

2019-02-05

No ano passado, a 10 de dezembro, assinalaram-se os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, documento fundamental e intemporal do século XX a que damos atenção neste novo ano.


O silêncio é uma violência

2019-02-05

Vou começar este artigo por Margaret Atwood, grande escritora canadiana, vencedora de vários prémios, incluindo o mais importante prémio literário britânico, o Booker Prize em 2000, aos 61 anos, com o seu romance de ficção “O assassino cego”.



Uma vida sem violência é um direito das mulheres

2019-01-31

24. Este é o número de mulheres assassinadas em contexto de violência doméstica desde o início deste ano até 20 de novembro do mesmo. Lamentavelmente é um número que tem vindo a aumentar nos últimos anos.  



Serviço social na afirmação dos direitos humanos

2019-01-31

O serviço social é um processo fundamental na edificação de sociedades, livres, democráticas, inclusivas e justas. A missão principal do serviço social enquanto profissão é promover o bem-estar humano e contribuir para responder às necessidades de todas as pessoas, mas com uma atenção particular às necessidades de empoderamento de pessoas que estão numa situação de vulnerabilidade, opressão ou vivendo em situação de pobreza. 



A esperança e a chamada à ação

2019-01-31

No dia 1 de dezembro de 1955 Rosa Park lançou uma revolução sobre a qual alguém disse: deu início a uma revolução sentada. Rosa Park negou-se a se levantar da cadeira do autocarro para dar lugar a um branco.



ACEESA na Campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres

2019-01-31

A ACEESA une-se mais uma vez à UMAR Açores na Campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres, uma ação internacional, apoiada pela Organização das Nações Unidas (ONU). 
Tomar parte neste movimento social, com carater mundial, é adotar a defesa dos Direitos Humanos, pelo fim da violência contra as mulheres. 


Marlene Dietrich - Janela sobre o Passado... Dezembro de 2018

2018-12-29

O período que antecedeu o início da I Guerra Mundial foi determinante para as questões relativas à diferença de género e à sexualidade, em grande parte, graças aos novos discursos científicos e às preocupações face ao decréscimo da natalidade, em vários países europeus. A “sociedade de massas”, associada ao crescimento urbano, determinara diferentes hábitos e comportamentos.



Elisabete Gomes: As vítimas esquecidas/ Repercussões Legais e Sociais

2018-12-12

De há alguns anos a esta parte, o tema da violência conjugal tem ganho destaque nas sociedades, particularmente nas ocidentais, procurando-se que homens e mulheres tomem consciência de padrões relacionais violentos, do impacto destes nas vítimas e que se adoptem medidas de intervenção e prevenção destas situações.



Guida Vieira: Violência, um Problema Cultural de Mentalidades / Repercussões Legais e Sociais

2018-12-12

Todos os anos, por altura do 25 de Novembro, lá estamos a falar da violência contra as Mulheres. É verdade que este dia não surgiu por acaso. Que foi deliberado pela ONU em 1999 quando já era evocado na América Latina desde os acontecimentos de 1960, quando três Irmãs, Las Mariposas, foram assassinadas, na República Dominicana, às ordens do ditador Rafael Trujillo, quando iam visitar os seus maridos na prisão. Lutavam contra a ditadura e foram um grande exemplo para a história dos Povos.



Sandra Furtado: Violência, um Problema Cultural de Mentalidades / Repercussões Legais e Sociais

2018-12-12

Como posso ajudar uma vítima de violência? Numa era em que pouco choca, continua a provocar algum incómodo, uma história de violência na intimidade entre um casal que deita por terra a imagem que tínhamos de quem agride, independentemente do género. Não raras vezes, a pessoa agressora consegue manter uma imagem imaculada em diferentes contextos. A mácula, normalmente roxa, ou de outra cor qualquer que faça padecer o coração, tem origem em contextos restritos, que dificultam o pedido de ajuda. 


Asas da Igualdade

A partir daqui pode ver Nas Asas da Igualdade: edição mensal da Umar-Açores e publicação no Açoriano Oriental.
A página Nas Asas da Igualdade foi lançada pela UMAR-Açores, integrada no projeto com o mesmo nome, desenvolvido em 2007 Ano Europeu da Igualdade e prossegue desde então até aos nossos dias



ABRIL 2019
D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

GALERIA DE FOTOS

UMAR


Mulheres na Pesca